03

segunda-feira, 4 de abril de 2011

PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. O HOSPITAL E A RIGIDEZ.


      A maioria das pessoas me conhece mais pelos eventos ligados à arte e à cultura do que  por outras atividades que também exerço. Há 21 anos sou funcionário público estadual lotado no Hospital Regional Cleodom Carlos de Andrade. Quando lá comecei, o prédio nem havia sido inaugurado. Passei por todas as administrações e nesse meio tempo vi "chefes" de todos os tipos: Ditadores, irresponsáveis, Competentes, Dedicados, Inexperientes, Simpáticos... Enfim, coisas de sete cabeças. Alguns ainda vivos em nossa memória, outros esquecidos pelo rastro de estupidez e intolerância que ali deixaram.
       Recentemente fui punido por que faltei a um plantão, mesmo tendo motivo justo e tendo avisado à minha "chefe" imediata. A atual "Suprema corte" formada pelas enfermeiras Fátima Filha e Marcia Holanda deveriam  olhar com a mesma rigidez para os MÉDICOS FALTOSOS (INCLUSIVE PEDIATRAS), COM OS QUE SE AUSENTAM PARA IR OPERAR EM OUTRAS UNIDADES, COM O TEMPO DE ESPERA DOS PACIENTES NO PRONTO-SOCORRO,COM A FALTA DE MEDICAMENTOS BÁSICOS, COM O ENXAME DE ACOMPANHANTES SUMARIAMENTE VESTIDAS QUE INFESTAM O LUGAR, ENTRE  OUTRAS COISITAS MAIS. Não discordo  da punição a mim dirigida, só gostaria que  as normas valessem para todos e nem sempre é assim.
      Masssss..... Como diz  Betty Gofmam na minissérie JK:"Deixe estar jacaré, Sua lagoa há de secar"

Israel Vianney

Um comentário:

  1. hum...gostei da crítica,parabéns,bem construtiva.

    ResponderExcluir

As postagens que venham a desrespeitar moralmente ou legalmente a algo ou alguém, serão excluidas.. Para evitar que isso aconteça evite esses tipos de comentários.. Desde já agradecemos..